Gadocast

Gadocast é um podcast de humor diário criado em 2019 por Vinicius Knuth. O foco do podcast é tratar de todos os assuntos sob o ponto de vista do homem sem destaque na sociedade, intitulado como beta. Entre os principais temas tratados, destacam-se a geopolítica, teoria da conspiração, fofoca, história, além das filosofias masculinistas.

HistóriaEditar

O primeiro canal do Gadocast teve uma duração de cerca de 8 meses. Nas primeiras edições, Knuth fazia o podcast sozinho comentando temas. Em uma de suas primeiras edições tratou do tema "matrix religiosa", que chamou a atenção do público beta e permitiu a participação de ouvintes interessados. A partir da edição 10, foram feitas entrevistas diárias com diversos produtores de conteúdo da Machosfera, o que catapultou a popularidade do podcast no meio.

Em novembro de 2020, o canal foi deletado pelo YouTube. A causa nunca foi esclarecida pela plataforma, mas as principais hipóteses são:

  • Denúncias de feministas;
  • Denúncias de haters da comunidade masculinista;
  • Denúncias pelo podcast ter entrevistado um controverso produtor de conteúdo.

CaracterísticasEditar

Edições marcantesEditar

As seguintes edições foram as primeiras participações de integrantes que viriam a se tornar membros recorrentes do podcast:

  • 2019-07-16 - GADOCAST 19 - VIDA DE CASADO - Primeira participação de Pai Pinduca
  • 2019-10-10 - GADOCAST 57 - O MERCADO SEXUAL NA FAVELA - Primeira participação de Beta Pobre
  • 2019-11-15 - GADOCAST 80 - GADOS DE DIREITA - Primeira participação de Mafinha Summers
  • 2020-03-31 - NOVA ORDEM MUNDIAL BETA - Uma das primeiras participações do Pintassilgo

BlocosEditar

  • Usual - Entrevista com ouvintes ou personalidades da internet
  • Cinegado - Análise de um filme, geralmente sem convidado fixo
  • Gado Story - Leitura de relatos de ouvintes acompanhada por Beta Integral (anteriormente acompanhado por Guiga Marvel/Beta Pessimista)
  • Gado News - Comentários de notícias do momento, acompanhados por Mafia Summers e Beta Pobre
  • Boteco Beta - Live com 6 participantes: Knuth, convidados recorrentes e ouvintes que nunca participaram e entram temporariamente na conversa

Termos frequentesEditar

Os termos abaixo são de fundamental compreensão por serem citados constantemente no podcast:

  • LCR - Loira do cu rosa
  • CSP - Capitão Salva Putas
  • Comedor de casadas - Ricardão
  • Respeitador de casadas - Homem que não se relaciona com mulheres comprometidas
  • Mulher 2.0 - Trap
  • Coping - Termo abrangente que pode ter diversos significados. Pode ser entendido como mecanismo de conforto para lidar com algo. No entanto, o termo é constantemente usado para questionar algo como se fosse sinônimo de "mentira".
  • Zé-droguinha - Fornecedor de drogas a mulheres, frequentemente visto como acumulador de mulheres.
  • Alfa - Homem destacado em algum aspecto, como físico, financeiro ou status.
  • Chad - Alfa físico, termo mais usado para homens brancos
  • Tyrone - Chad negro
  • Chang - Chad asiático
  • Abdul - Chad islâmico
  • Beta - Contrario de alfa, homem sem destaque
  • Incel - celibatário involuntário
  • MTGOW ou emitigol - termo usado por Knuth que representa o movimento em questão. O termo correto, MGTOW, não é usado para prevenir vídeos de serem desmonetizados.
  • PPS - Pago por sexo, ato de convencer mulheres civis em apps de relacionamento a transarem por meio de quantias em dinheiro.
  • PSB - Pagando sugar baby, similar ao de cima, mas a mulher já tem pré-disposição a ter um relacionamento por dinheiro.
  • Monkey branching - Ato da mulher trocar de parceiro enquanto está se relacionando com outro e só aí terminar com o primeiro.
  • Falha na Matrix - Quando um beta tem oportunidades amorosas atípicas e se relaciona com uma mulher de nota igual a maior à dele sem que ele tenha atributos que compensem.

Tretas declaradas com outros produtores de conteúdoEditar

O podcast é frequentemente alvo de críticas e tretas dentro da Machosfera. É comum que menções a tretas entrem no lore do podcast. Apesar de alguns produtores de conteúdo não voltarem a ser mencionados diretamente por Knuth, o assunto treta de tempos em tempos acaba sendo tópico quando pautado por ouvintes.

  • Newman LM - Um dia após sua entrevista no Gadocast, Newman fez um vídeo em seu canal secundário atacando Knuth por ter dado like em comentários que o atacavam, uma vez que na época Knuth dava like em todos os comentários que recebia. Knuth ficou indignado e fez lives diariamente ironizando a antipatia gerada por Newman, que continuou o citando indiretamente em seus canais secundários. Após receber pressão de seu público, Newman perdoou Knuth e aparentemente o caso foi encerrado. O termo "quebrou a 1a lei de Newman" é usado sempre que algum outro produtor fica irritado por causa de like em comentários negativos.
  • Chimpacast - Sem dúvida a treta mais pesada do Gadocast. Após a participação de Chimpa no Gadocast, Knuth passou a frequentar as lives de Chimpa no YouTube e sua participação passou a ser negativada pelo público de Chimpa (comunidade incel). A gota d'água foi a criação do canal "Vida de Beta" por Knuth, um claro plágio estético do bloco "Vida de Incel" de Chimpa. Com o desagrado de Chimpa, as ameaças do seu público a Knuth se intensificaram e Knuth então fez um vídeo atacando Chimpa em seu canal secundário (que foi apagado horas depois). Após isso, Chimpa passou meses fazendo longas lives atacando Knuth e outros produtores de conteúdo da Machosfera. Durante esse período, diversas ameaças foram feitas a Knuth, inclusive envolvendo seu doxxing. Chimpa passou a bloquear todos que tentassem conciliar a situação, mas como o público compartilhado ficou do lado de Knuth na treta, o canal de Chimpa perdeu praticamente todo o engajamento e doações que recebia.
  • Macho Tóxico - Apesar de participar pontualmente do Gadocast e de permitir que Knuth fizesse parte de suas lives, Guido sempre foi leniente com ataques diários que eram feitos a Knuth em seu podcast e as organizações de doxxing que eram feitas no seu grupo de Telegram. Knuth parou de frequentar o canal de Macho Tóxico e ele nunca voltou a ser mencionado. No entanto, um sinal da treta é que Guido sempre deu voz a haters de Knuth em seu programa (vide programas com Guiga Marvel e Thiago Carvalho durante a treta com esses).
  • TransMGTOW - Após um polêmico debate envolvendo temas raciais, com muita exaltação da parte de Knuth, TransMGTOW se tornou uma referência no assunto abordado, ganhando mais de 2 mil inscritos após o debate. O evento foi um marco para a antipatia a Knuth em canais que acreditam na "diferença entre raças". Tal podcast é o recorde de dislikes do Gadocast.
  • Tiago Carvalho - Após cair num bait feito por haters do Gadocast, os comediantes Arthur Petry e Tiago Carvalho criticaram um áudio editado acreditando que os integrantes do Gadocast os estavam criticando. Em decorrência disso, fizeram criticas a todo o grupo beta. Knuth promoveu praticamente uma semana de programas dedicados a essa treta. Em um deles, Tiago Carvalho fez uma participação em que manteve suas críticas e desejou a morte de todos os betas, além de proferir diversos xingamentos e ameaças de agressão. O evento foi um marco para a "saída" de Guiga Marvel do Gadocast, uma vez que ele já conhecida o comediante previamente e se posicionou a seu favor.
  • Guiga Marvel - Mesmo sendo um participante fixo do podcast e tendo ganho muitos inscritos do Gadocast, durante a treta do comediante Tiago Carvalho que desejou morte aos betas, Guiga se posicionou contra Knuth, expondo detalhes da sua vida no canal do Macho Tóxico, envolvendo renda, local de residência, passado amoroso, dentre outras coisas. Knuth considerou o fato como uma grande traição e Guiga só é subcitado com nomes que o vinculam a adjetivos negativos.

VideosEditar

Ver tambémEditar


 
Gadocast faz parte de nossa série sobre YouTube

YouTubers BR YouTubers gringos Memes Tubos Ver também

{{{c6}}}
{{{c7}}}
{{{c8}}}
ver fechar