BIA (assistente virtual)

Existe o conceito de inteligência artificial. Mas, até 2021, a inteligência artificial se manisfesta apenas para jogar jogos de estratégia (como o xadrez), para identificar fotos e para fazer montagens, combinando pornografia com o rosto de celebridades (o Deep Fake). O que não tem, ainda, é uma inteligência artificial que converse com as pessoas.[1]

BIA,[2] o chatterbot do Banco Bradesco, foi criado para auxiliar os clientes respondendo suas dúvidas sem que eles tenham que pagar funcionários humanos para fazer isso. A empresa a descreve como uma "inteligência artificial", mas isso é fake news pois as respostas dela são todas pré-programadas, assim como a da maioria dos bots desse tipo, enquanto uma verdadeira IA seria capaz de aprender sozinha e formular suas próprias respostas através da sua capacidade de análise. Se a BIA é uma inteligência artificial, então o motor de busca do Google também é.

Mas a verdadeira graça vem agora: ao descobrirem que os clientes interagiam com a BIA mandando mensagens de cunho machista, racista, fascista, malabarista, taxista, dentista, fisiculturista, esteticista, alquimista, ciclista, motociclista, jornalista, baterista, manobrista, telefonista, balconista, ilusionista, nutricionista, ceramista e cientista, os comunistas do Bradesco reprogramaram a BIA para começar a dar respostas lacradoras, transformando-a numa feminazi mimizenta.[3] Em outras palavras, os programadores do Bradesco conseguiram de fato criar a primeira burrice artificial da história. Este conceito merece seu lugar no hall da fama como uma legítima criação brasileira.

Obviamente, agora a graça é mandar mensagens machistas e postar a resposta idiota da BIA.

The Left Can't Meme.

GaleriaEditar

Antes do feminismoEditar

Depois do feminismoEditar

Video sobre assédioEditar

Ver tambémEditar

Salsa

  1. O critério para dizer que um robô consegue enganar um ser humano e se passar por inteligente se chama Teste de Turing. Segundo Evgeniya Panova, escrevendo para o site Dataconomy em março de 2021, nenhum chatterbot conseguiu passar neste teste: https://dataconomy.com/2021/03/which-ai-closest-passing-turing-test/
  2. Acrônimo para "Bradesco Inteligência Artificial", o que segue a tradição de nomear robôs com acrônimos que lembram nomes humanos.
  3. Paulo Polzonoff Jr., Assédio contra a Bia do Bradesco: a nova fronteira do progressismo corporativo, em Gazeta do Povo https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/polzonoff/bia-do-bradesco/