Brad Dayley

Revisão de 18h07min de 13 de novembro de 2021 por Saskeh (discussão | contribs) (publish.)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)

Bradley Alan Dayley, mais conhecido apenas Brad Dayley (1971), é um criminoso americano. Ficou conhecido nos Estados Unidos em 2009, quando a polícia estadual da Califórnia o prendeu em sua casa em 23 de setembro de 2009, sob acusação de abuso sexual contra sua própria filha criança.

Até sua prisão, uma menina aparecia um monte de fotos sugestivamente sensuais com o nome de "Jessie Brianna" ("Jessie" ou "Brianna") surgia na Europa Oriental em 2005 (o que fez com que acreditassem que ela fosse etnia eslava em algum país no leste europeu) em apreensões de fotos contra pedófilos europeus. Outras imagens estavam sendo divulgadas na internet (incluindo o 12chan). Autoridades européias acreditaram que ela fosse inglesa, holandesa, sueca, norueguesa, dinamarquesa ou alemã.

No entanto, sem conseguir identificar a garota, as autoridades pediram ajuda dos Estados Unidos e Canadá a identificarem a garota em questão depois surgirem pistas de que ela poderia ser em algum lugar da América do Norte. As investigações avançaram depois que fotos que não tinham nada a ver com os crimes, com a garota fisicamente igual foi fotografada ao lado de duas pessoas perto da cesta de lixo escrito "Elkie Groove" ao lado dela e ela sendo fotografada com teto de algumas casas ao fundo. Uma simples busca na internet mostrou que "Elkie Groove" é uma cidade na Califórnia e as casas que apareciam ao fundo combinaram com as fotos de satélite.

No entanto, Bradley Dayley foi preso de modo inusitado: um vizinho que se incomodou com os comentários dele sobre garotas menores de idade o denunciou à polícia, que por vez, foi à casa do acusado e invadiu a residência. Dayley teve sua casa revirada e foi descoberto que ele tinha fitas de vídeo e fotos de seus crimes sexuais da sua própria filha e foi preso.

Após a notícia da sua prisão, descobriu-se que também assediou outra menor, desta vez com 16 anos. Em 2010, Dayley foi condenado a 60 anos de cadeia e caso fique por muito tempo, ele estaria com 99 anos (em 2070). Desde sua prisão, nenhum parente dele veio o visitar, o que contrasta que ele foi repudiado pela própria família devido ao crime gravíssimo.

Depois que Bradley Dayley foi preso, sua filha conhecida como "Jessie Brianna" ("Jessie" ou "Brianna") que na verdade se chama realmente "Jessie Dayley" sumiu tanto da internet e ao público por obviamente ser menor de idade. Desde então, por quase uma década, nunca se teve alguma notícia dela (apesar de completar 18 anos na metade da década de 2010) até aparecer no final da década como modelo, já com mais de 21 anos.[1]

Salsa

Fontes