Abrir menu principal

Wikinet β

URL, acrônimo para uniform resource locator, que quer dizer alguma merda em inglês [1] é uma porra, criada em 1994 pelo cara que criou a WWW, que começa com http:, seguem duas barras, depois segue uma sopa de letrinhas (o site), e, depois, algumas porras que misturam caracteres e a barra. Ah, foda-se, todo mundo sabe o que é URL, mas talvez não saibam que sabem. Então URL é uma merda do tipo http://www.clubprivados.cl/blog/pamela-sosa-desnuda-con-lucia-cabello/ e que você pode clicar, indo cair direto em uma página.

Quer dizer, poderia, porque o que se sabe é que quase toda URL que foi anotada, depois de alguns anos (meses, no caso de chans) acaba sendo BALEETED,[2] então anotar uma URL é uma grande babaquice, se você quer procurar algo, é melhor ir no Google e digitar as palavras-chave, ou, melhor ainda, ir no Google pornography e ver as delícias que tem.

Quando a URL tem um ponto de interrogação, por exemplo http://www.javlibrary.com/en/?v=javliottse , quer dizer que a porra não é uma página normal, mas que o site tem algum robô que processa a URL e faz alguma merda, como, por exemplo, carregar imagens de mulher pelada do seu servidor. Estas páginas, geradas dinamicamente, são parte da Deep Web, sua parte mais inofensiva.

Durante muito tempo, URLs eram exclusivamente em ASCII, e para usar caracteres escrotos era preciso usar porcento, por exemplo, http://dramatica.org.ua/%D0%86%D1%80%D0%B5%D0%BD%D0%B0_%D0%9A%D0%B0%D1%80%D0%BF%D0%B0 . Só que, recentemente, foi autorizado o uso de qualquer porra em Unicode nas URLs, então esta sopa de letrinas escrota pode virar um texto mais bem compreensível, como http://dramatica.org.ua/Ірена_Карпа

Ver tambémEditar

Referências

  1. Bota lá no Google translator e vê que merda quer dizer isto, seu preguiçoso.
  2. A mensuração da quantidade de sites BALEETED por período de tempo pode ser feita através da meia vida dos sites e das URLs.