Abrir menu principal

Wikinet β

Kim Kataguiri

Kim Kataguiri
Kim-Kataguiri.jpg
Nome realKim Patroca Kataguiri
Nascimento28/01/1996 (24 anos)
Salto, São Paulo
OcupaçãoPolítico, ativista
Logo do YouTube transparente.png CanalKim Kataguiri
Logo do YouTube transparente.png Nº de inscritos591 mil (ed.)
ResidênciaBrasília, DF
Outros linksTwitter

Kim Jong-un Kataguiri, também conhecido como Kim Katapiroka[1][2][3][4][5] ou Cambojano, é um dos gays fundadores do MBL, eleito deputado federal em 2018, o que contradiz as afirmações do seu grupo em 2015 que só queriam o impeachment da Dilma e não entrariam para a política. Kim é o mais sarcástico e ácido dos MBLs e vive recebendo patadas de políticos e ativistas aleatórios de esquerda, como foi o caso da autora do livro "Como dialogar com um fascista", que em vez de dialogar com Kim, fugiu dele. Kim é um liberal que tem algumas opiniões mais conservadoras, como, por exemplo, ser contra o aborto (diferente do Mamãefalei, que é favor).

Em 2019, ao babar o ovo do Rodrigo Maia e criticar o governo de Jair Bolsonaro, se alinhou com a Nova Esquerda.

Opiniões sobre o KimEditar

E os responsáveis por esse arrefecimento foi aquela molecada oportunista do MBL, toda orgulhosa de fazer parte da patotinha de FHC e Hélio Bicudo na ocasião, que até anteontem criticavam o Jair Bolsonaro (tem vídeo do Kim Kataguiri ridicularizando a candidatura do agora presidente e ainda afirmando categoricamente que era impossível de ele ganhar — vídeo que mostra a mesma manifestação de Arruinaldo Azevendo e quejandos), mas não hesitaram em subir nos ombros da popularidade do Capitão para se elegerem deputados. Tanto que com o pseudo-escândalo do Flávio Bolsonaro, resolveram ajudar a grande mídia na campanha de assassinato de reputação, o que mostra o caráter dessa molecada.

Olavo de Carvalho em Janeiro de 2019, https://olavodecarvalhofb.wordpress.com/2019/01/page/2/

GaleriaEditar

Salsa