Abrir menu principal

Wikinet β

Mudanças

Psycl0n

9 bytes adicionados, 21h36min de 25 de julho de 2017
m
sem sumário de edição
Psycl0n Também conhecido como Marcelo, Ash Ketchum, Golo-Golo, ou Batoré é uma [[subcelebridade|Fail]] da internet. Marcelo começou a ganhar notoriedade no falecido Orkut, por fazer ataques e ameaças a esquerdistas, mulheres e negros. Após várias indas e vindas da internet, Marcelo já foi preso, viajou para o exterior. Conseguiu ser odiado pelos chans brasileiros e [[Dogolachan|criou um|Dogolachan]] para que retardados pudessem babar seu ovo por ser jorge ao extremo.<ref>https://internetsparaleigos.wordpress.com/2010/05/31/psyclon/</ref>
==Sua jornada==
A primeira aparição do Marcelo que se tem notícia vem de 2005. Marcelo estava desgostoso da vida, apanhou na faculdade onde estudava por seus comentários racistas e sua mãe o colocou de castigo. Como era estudante de computação, decidiu que iria usar a internet a seu favor para cometer suas jorgices mirabolantes. Criou uma conta no [[Orkut]] e ameaçou estudantes de sua universidade e ameaças de bomba.<ref>https://internetsparaleigos.files.wordpress.com/2010/05/psytore-no-foro1.jpg</ref>
Falhando novamente, Marcelo conheceu um dos seus amigos e posteriormente rival, Emerson. Os dois se conheceram após um blog chamado [[Silvio Koerich]] ter sido invadido por feministas militantes, o que deixou Marcelo e Emerson [[butthurt]]. Com ânsia de vingança do Silvio, por ele não permitir a postagem de jorgice exarcebada dos dois, ambos decidiram criar uma cópia barata do antigo blog, mas com suas ideias jorges por todos os lugares. Deu certo, mas não foi como eles planejaram: após o site receber 69 mil denúncias, a [[Polícia Federal]] bateu a porta dos dois amigos. Não deu tempo nem de colocar o HD no microondas, além da acusação de apologia ao estupro, ameaças e racismo, Marcelo foi retido por possuir imagens de [[jailbait]]s em seu computador.<ref>https://www.pf.gov.br/agencia/noticias/2012/marco/operacao-intolerancia-prende-responsaveis-pelo-blog-silvio-koerich201d/</ref>
Após a poeira ter abaixado em 2013, Marcelo atacou novamente em sua busca por popularidade, dessa vez roubando o domínio do [[77chan]] e o redirecionando para o [[Dogolachan]], por seu dono ser um [[incluso]] e não ter trocado a senha padrão do kusaba. Logo depois o [[55ch]] foi restaurado e Marcelo continuou atacando quem podia, como a feminista Lola, o antigo [[hitmonkey|dono]] do 55ch e fazendo [[doxing]]. Criou ao todo 3 blogs de jorgice que logo foram derrubados, por temer passar um tempo na cadeia novamente (os anons dizem que um negro chamado Tio Billy tentou fazê-lo de mulher).
12
edições