Bitcoin

Bitcoin é uma criptomoeda que tem vários otários que compram, achando que estão comprando dinheiro de verdade.

Esperto que ganha dinheiro de verdade por falar deste dinheiro de mentira no Censuratube.

Olha só, a porra toda é de uma vigarice como não se vê desde a época que os imperadores romanos passaram a pagar os soldados com sestércios que não valiam o seu peso em metal, mas temos que reconhecer que é uma vigarice muito bem bolada, e feita para pegar o tipo de otário que se acha esperto, hacker e anarquista.

Toda a porra se baseia na criptografia de chave pública, que é uma merda que só faz sentido porque qualquer idiota consegue pegar três números primos e multiplicar, mas tem que ter pau muito grande para pegar um número primo e achar seus três fatores primos. Então, o cara que compra esta porra fica com a chave, e pode liberar as moedas para outro apenas dando um jeito da porra ser decriptografada.

Tá, que merda, esta explicação tá uma bosta, parece até a Wikipédia em português. [1] Vamos dar um exemplo: digamos que você tenha feito a burrada de ter comprado esta merda, e descobriu que tem um site produtor de putaria que permite que você baixe um filme pornográfico com sua depósito preferida em troca de alguns bitcoins. O que você tem que fazer, então, é pegar algumas das suas bitcoins, e utilizar a sua chave privada, que só você sabe, e a chave pública do site de putaria, que todo mundo sabe, para re-criptografar seus bitcoins usando as duas chaves. Ou seja, aqueles bitcoins que estavam em seu nome, passam a ficar em nome do site de putaria. Depois disso, é só baixar o filme e fapar à vontade (mas não se esqueça de distribuir o filme para seus amigos[2])

Se fosse isso, então bitcoins seriam a maravilha das maravilhas, haveria uma forma rápida, fácil e - principalmente - anônima de pagar os sites de putaria por suas produções, resolvendo o grande gargalo atual, que é o fato da putaria movimentar cerca de 50% do volume que circula nas Interwebz mas que fatura menos de 5%. Só que tem um porém. Você consegue comprar bitcoins, mas você não consegue vender bitcoins - a menos, é claro, que você arrume outro otário que está disposto a comprar de você. Ou algum site que aceite seus bitcoins em vez de dinheiro de verdade, mas aí o problema é do site e não seu, e foda-se se o site ficar cheio de bitcoins.

Então a merda funciona como um esquema de pirâmide, você compra bitcoins porque acha que a porra vai se valorizar e vai ter algum idiota que vai comprar no futuro de você. De fato, uma breve olhada no histórico desta porra mostra que quem comprou bitcoins quando valia pouco e teve a sabedoria de vender quando valia muito conseguiu ganhar dinheiro: no final de 2011, a porra valia US$ 2,00 por bitcoin, e no início de abril de 2013 valia US$ 266,00 por bitcoin.[1]

O que o pessoal anarquista gosta desta porra é que, como as transações são todas virtuais, não tem como nenhum governo filho da puta[3] se meter, tentando cobrar imposto ou aplicando confisco. Só que aí é que está toda a merda do sistema.

Porque, quando um governo diz que tem uma moeda, pode ser uma moeda que tem até alguma tradição, como o dólar, a libra inglesa ou o euro, ou pode ser uma moeda de merda, como o peso argentino ou o sei lá que merda se chama agora a moeda do Zimbabwe, mesmo que o governo faça muita merda e a moeda sofra grande desvalorização, [4] o seu valor nunca vai chegar a ser zero, porque sempre tem alguma porra que o governo controla e que você pode, em último caso, trocar pela moeda. Por exemplo, na época da União Soviética, um estrangeiro que fosse até aquela porra e ganhasse algum prêmio em dinheiro local, [5] não podia converter a moeda para dinheiro de verdade, nem podia sair do país levando a moeda. Não podia nem comprar bens permanentes, como aquelas bonequinhas russas que ficam uma dentro da outra.[6] Mas sempre podia torrar a moeda em bens não perecíveis, como indo a restaurantes caros e gastando tudo, ou comendo as putas locais.

E qual é a garantia que um especulador tem ao comprar a porra dos bitcoins? Basta que os sites não aceitem mais esta merda, que o cara pode ter um quaquilhão de bitcoins, e isto não vai valer porra nenhuma. Ou seja, o pessoa que compra esta merda está especulando, mas especulando sobre o nada. E já vimos, desde a época que os holandeses especulavam com as tulipas, que não tem nada mais fácil do que perder tudo com especulação.

Depois quando a bolha estourar não digam que eu não avisei.[7]

Aviso.gif Aviso:
Este artigo foi escrito em novembro de 2013, quando todos babacas do oba-oba diziam que Bitcoins era um excelente investimento.
Children-404 logo.png
BALEETED

Este artigo se refere a algo que não existe mais (como um site deletado) ou contém informações desatualizadas, refletindo o estado de algo no passado.

A partir de março de 2014 só quem é muito idiota ainda especula com esta porra.

Salsa

  1. 1,0 1,1 https://pt.wikipedia.org/wiki/Bitcoin
  2. Porra, faz isso não. Sério. Piratear putaria é um atos mais deploráveis que se pode fazer. Porque as putas que fazem os vídeos precisam ganhar dinheiro para viver, então ou elas vão fazer vídeos e fotos de putaria, ou vão se prostituir. Só que se prostituindo ninguém mais, além do cara que está comendo, vai poder vê-la. Enquanto que ao produzir vídeos de putaria, quase sempre elas disponibilizam alguma versão livre para todo mundo ver.
  3. Governo filho da puta é pleonasmo.
  4. E os governos fazem muita merda, e várias vezes moedas bem valorizadas caíram pra caralho.
  5. O nome da moeda era rublo.
  6. Vai ver vem daí a fascinação das pornstars da Rússia por levar uma piroca na buceta e outra no cu ao mesmo tempo.
  7. Definitivamente, o tempo foi implacável com este artigo.