Abrir menu principal

Wikinet β

Acrônimos e siglas são coisas muito antigas, tão antigas que até na época dos romanos já era uma coisa antiga - tanto que eles tinham um estandarte com as letras "S.P.Q.R.", e não precisavam dizer para ninguém o que era aquilo - as pessoas podiam não saber que isso significava Senatus Populusque Romanus, ou seja, Os velhinhos e a ralé de Roma (vão fuder com você), mas sabiam que era uma sigla, e, se dessem bobeira, iam tomar ferro dos romanos.

A diferença entre acrônimo e sigla é que um acrônimo é pronunciado como se fosse uma única palavra (SUS), e uma sigla é pronunciada letra a letra (FTP); no fundo é a mesma coisa, e este artigo não vai mais fazer esta distinção, tratando tudo como acrônimo.

Acrônimo é o costume de pegar uma expressão grande e reduzir para uma sopa de letrinhas, eventualmente formando uma palavra, tomando as primeiras letras de cada palavra, ou qualquer outra merda que dê na cabeça do cara que inventou o acrônimo.

Mas, o que era um péssimo hábito antes da Internet, agora virou uma praga. A palhaçada é tanta, que tem até acrônimo recursivo, ou seja, uma expressão que é um acrônimo que usa o próprio - ah, foda-se, melhor dar um exemplo. O GNU foi redefinido como um acrônimo recursivo, que quer dizer GNU's Not Unix - tem computeiro que acha essa babaquice muito engraçada. Outros acrônimos recursivos são PHP, PHP: Hypertext Preprocessor, LAME, LAME Ain´t an Mp3 Encoder e Wine, Wine Is Not An Emulator. Note que muitas vezes, para formar o acrônimo, os caras tem que estuprar a língua inglesa, usando N ou A no lugar de is not (aint).

Uma das maiores pragas da Internet é o acrônimo de três letras: temos GIF, OEM, DRM, etc - são tantos acrônimos de três letras, que o pessoal passou a chamá-los de TLA: Three-Letter Acronym.

Ambox plus.png Este artigo precisa de mais imagens de mulheres nuas com acrônimos tatuatos, de preferência S.P.Q.R.
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais imagens de mulheres nuas com acrônimos tatuatos, de preferência S.P.Q.R..